Nesse ritmo, até o fim do ano, serão cerca de 900 mil brasileiros mortos pela ignorância oficial.