INCA adverte: aquecer comida no micro-ondas em recipientes plásticos faz mal à saúde

Por Mônica Pinto, do AmbienteBrasil

O Instituto Nacional do Câncer – INCA, órgão do ministério da Saúde, através de sua Coordenação de Prevenção e Vigilância do Câncer, emitiu uma nota técnica sobre a dioxina, em que confirma não só a toxicidade da substância, mas também admite seu potencial carcinogênico.

A nota do Inca reforça informações que já circulavam nas redes sociais, advertindo que o aquecimento de comida no forno de microondas, feito em recipientes de plástico, libera a dioxina, substância que pode causar câncer. O risco é real e concreto.

Explica a nota que “a dioxina é um composto orgânico incolor e inodoro. É um subproduto espontâneo resultante de fenômenos e desastres naturais como a atividade vulcânica e os incêndios florestais, assim como da atividade do homem (indústria de plásticos, incineração, branqueador de papel e escapamento de gases de automóvel).

Leia também

 

Uma das diversas formas de ingerir as dioxinas é justamente pelo aquecimento de plásticos contendo alimentos, o que ocorre rotineiramente no uso do micro-ondas. AmbienteBrasil conversou com a toxicologista Silvana Turci, chefe da Área de Vigilância do Câncer relacionado ao Meio Ambiente e ao Ambiente de Trabalho do Inca.

Ela explica que a dioxina é um subproduto gerado no processo de fabricação do plástico e que, a princípio, nem a indústria teria como aferir a qualidade da matéria-prima quanto a essa contaminação. Isso porque, no Brasil, apenas um laboratório, da Petrobras, tem aparato técnico nesse sentido.

Assim, qualquer plástico pode conter dioxina, desde brinquedos a garrafas PET. Porém, em condições normais de temperatura, o composto não é liberado. Visto que não há como ter segurança quanto à presença ou não da dioxina num plástico específico, vale o princípio da precaução. Ou seja, o recomendável é que nunca se aqueça alimentos no microondas em recipientes desse material.

Vasilhas de vidro

O melhor é transferir a comida para vasilhas de vidro que suporte o calor (temperado). Essa cautela se aplica também para as bandejas de espuma em que são acondicionadas lasanhas e outras massas, por exemplo. Tal cuidado é simples e pode evitar danos sérios à saúde.

Segundo a nota técnica do Inca, a dioxina se acumula no tecido gorduroso de animais e todos os estudos realizados com eles têm revelado o potencial cancerígeno do composto, mesmo em baixas doses.

“É uma substância com efeito cumulativo e residual a longo prazo. O tempo de meia vida é de, em média, 7 anos”, diz o alerta, informando ainda que alguns estudos têm relacionado a exposição a dioxinas com problemas reprodutivos e deficiências do sistema imunológico.

Filme plástico: outra advertência

Quanto ao filme plástico, tão utilizado para embalar alimentos? Silvana Turci explicou a AmbienteBrasil que esse uso também implica em riscos, embora a via de contaminação seja diferente.

O problema, segundo ela, é que os compostos tóxicos presentes no plástico – principalmente os clorados – são solúveis em gorduras e isso faz com que sejam atraídos por elas.

Na prática, um sanduíche com manteiga ou requeijão, por exemplo, pode ser contaminado por esses compostos e, de novo, o melhor é aplicar o princípio da precaução. A mãe que envia o lanche do filho para a escola pode lançar mão do papel alumínio, que não apresenta esse problema.

Mas, para Silvana Turci, o ideal mesmo seria a retomada de hábitos antigos, como acondicionar o sanduíche ou a fruta em um pano de prato, num saquinho de papel ou – para os mais adeptos da modernidade – num pedaço de papel toalha.

Anúncios

Sobre Chico Sant'Anna

Sou jornalista profissional, documentarista, moro em Brasília desde 1958. Trabalhei nos principais meios de comunicação da Capital Federal e lecionei Jornalismo também nas principais universidades da cidade.
Esse post foi publicado em Agricultura & Alimentos, Alimentos, Ciência & Tecnologia, Consumidor & Consumo, Direito do consumidor, Saúde Pública. Bookmark o link permanente.

13 respostas para INCA adverte: aquecer comida no micro-ondas em recipientes plásticos faz mal à saúde

  1. Paulo Figueredo disse:

    folha de alumínio, principalmente se em contato com alimentos salgados, irá liberar alumínio… aí o problema será outro. O plástico está em tudo nos dias de hoje… a manteiga é depositada ainda quente no pote de plástico… as garrafas PET são aquecidas antes de serem preenchidas com refrigerantes e sucos. Os queijos são embrulhado com plásticos selados a quente, as carnes são embrulhas com o maldito plástico também… Não sei se todos notam o sabor ao comer um pedaço de queijo embrulhado em plástico… o mundo moderno é de plástico!

    Curtir

    • Paulo, um erro não justifica o outro. Temos que buscar a informação e procurar por melhorias em nossos processos “modernos”. O plástico faz mal? Vamos arranjar um outro meio de embalar nossos alimentos que não faça. Não podemos simplesmente aceitar o fato. E saiba que não é apenas o plástico aquecido no miro-ondas que faz mal, qualquer alimento que passar pelo micro-ondas se torna prejudicial a saúde.

      http://curapelavida.com.br/micro-ondas-faz-mal/

      Curtir

  2. Pingback: Amamentação: a gafe da comemoração do GDF | Brasília, por Chico Sant'Anna

  3. Andrelita disse:

    Esse tipo de informação deveria ser amplamente veiculada para toda a população, a criança, por exemplo, já deveria aprender na escola, juntamente com seus respectivos pais. Se tais componentes são proibidos em vários países, porque é permitido sua ampla e irrestrita utilização aqui no Brasil???
    O correto seria uma política de saúde, no sentido de prevenir a doença, e não praticar a que já existe aqui: que é a de deixar ficar doente e tratar depois.

    Curtir

  4. edmar eler disse:

    se eu tampar o prato de comida com outro prato, eu ainda corro o risco de contaminar a comida.

    Curtir

  5. Eduardo disse:

    Se eu usar o microondas apenas pra esquentar um prato de comida num prato de vidro,ou blindes,como também apenas esquentar uma xícara de café ou leite,corro o risco de radiações cancerígenas pelo uso do microondas

    Curtir

  6. JOÃO PAULO disse:

    Esquentar comida no microondas no prato de vidro também e prejudicial à saúde? E comida para bebê pode ser esquentada no microondas?

    Curtir

  7. Pingback: Bioinseticida a base de fungos é o mais novo inimigo das baratas | Brasília, por Chico Sant'Anna

  8. Pingback: Aquecer comida no micro-ondas em recipientes plásticos faz mal à saúde – Drogaria TopFarma - A Sua Assistência Farmacêutica

  9. Fernando disse:

    Bom dia,
    Está informação sobre riscos à saúde pelo aquecimento de comida no microondas eu já sabia e só agora fui buscar informações.
    Minha pergunta é colocar a comida num prato de vidro e colocar no microondas anula está problema da dioxina? Tem que cobrir o prato com vidro?
    muitas pessoas colocam a comida no prato e colocam um papel toalha em cima.Algumas vasilhas de vidro tem tampa plástica.
    Att,
    Fernando

    Curtir

    • O plástico deve ser evitado em qualquer circunstância. A colocação de toalha de papel e de pano é mais uma questão de higiene onterior do.microondas e também pra evitar que alimentos como empadas esfirras etc fiquem amolecidas

      Curtir

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s